Notícias

Câmara de Aparecida sabatina secretário de Administração Municipal

15/08/2010

Câmara de Aparecida sabatina secretário de Administração Municipal

A maneira diferente de administrar a Casa de Leis do vereador Harlei Diniz novamente marcou a sessão da Câmara Municipal de Aparecida. Com o apoio dos vereadores, o presidente convocou o secretário de Administração, José Luis Diniz, para responder questionamentos.


De acordo com Harlei Diniz, a convocação do secretariado está ocorrendo para que os edis tenham a oportunidade de se inteirar de fato de todas as questões da administração municipal, com objetivo de melhorar a cidade num todo. "Nós temos que opinar, porque como representantes do povo, nossa obrigação é fiscalizar, porque não é tão apenas a prefeitura que ficará no vermelho, a cidade será prejudicada, a população será atingida, inclusive prejudicando o turismo, a principal indústria da cidade", disse o presidente.


Harlei Diniz iniciou o questionamento perguntando ao secretário qual a real situação da prefeitura. José Luis apresentou panorama que apresenta déficit nas contas da prefeitura desde 2005. "O levantamento que fizemos mostrou que de 2008 para 2009, fechamos em déficit orçamentário de mais ou menos 5 milhões de reais e nós pagamos uma boa parte disso. Já de 2009 para 2010, o déficit foi em torno de 8 milhões de reais, valor que inclui os 4 milhões de reais de sequestro feito pela Receita Federal", relatou o secretário.


José Luis também afirmou que a prefeitura possuía uma entrada de recursos na ordem de R$250 mil, mas que atualmente não passa dos 80 mil reais. Disse ainda que o orçamento elaborado no ano anterior, baseado na receita do município e nas despesas, foi outro agravante para a situação.


Diante da situação exposta pelo secretário, Harlei Diniz perguntou: "qual será a medida tomada pela Prefeitura para melhorar as finanças e como acabar com contenção de gastos como a proibição dos funcionários em se servir da merenda escolar, a falta de gasolina para os veículos oficiais e, a medida mais cabível não seria diminuir o número de cargos de confiança, já que teve um aumento considerável?".


"As medidas de contenção tomadas pela Educação devem ser questionadas diretamente à secretária municipal de educação; o abastecimento dos veículos, manteremos serviços essenciais como ambulância e transporte de alunos, e vamos tentar controlar a situação, tendo como prioridade a folha de pagamento dos funcionários", disse José Luis.


O secretário encerrou afirmando que, provavelmente, a situação será normalizada em janeiro de 2011. Harlei Diniz já convocou para a próxima sessão o secretário de Obras, Fabiano Dias. A reunião acontece no dia 8 de setembro, quarta-feira, em virtude do feriado nacional da Independência, "7 de setembro".