Notícias

O vereador Diguinho requer informações sobre a contribuição de iluminação pública juntamente com o projeto Inovcity da EDP Bandeirante Energia

11/11/2015

O vereador Diguinho requer informações sobre a contribuição de iluminação pública juntamente com o projeto Inovcity da EDP Bandeirante Energia O vereador Carlos Rodrigo de Assis Wendling - PP, o popular vereador Diguinho, apresentou na última sessão ordinária na Câmara Municipal o requerimento 288/2015, juntamente com o vereador Elcio Ribeiro Pinto - DEM, onde requerem informações sobre a situação da contribuição de iluminação pública e sobre o projeto da Inovcity, que trocou todos medidores de energia de Aparecida em 2011.
O vereador Carlos Rodrigo de Assis Wendling - PP, o popular vereador Diguinho, apresentou na última sessão ordinária na Câmara Municipal o requerimento 288/2015, juntamente com o vereador Elcio Ribeiro Pinto - DEM, onde requerem informações sobre a situação da contribuição de iluminação pública e sobre o projeto da Inovcity, que trocou todos medidores de energia de Aparecida em 2011.

Foram as seguintes informações sobre o projeto Inovcity implantado em nosso Município em 2011 e, sobre a CIP - Contribuição de Iluminação Pública de Aparecida que os vereadores Diguinho e Elcinho requereram:

1) Qual o número de Scooters doadas e onde se encontram?
2) Qual o número de Led implantados no Município e sua localização?
3) Onde estão localizados os pontos de carregamento dentro da cidade?
4) O Convênio de implantação do Sistema InovCity passou por votação na Câmara ou foi através de Decreto do Prefeito?
5) Enviar cópia do Convênio assinado entre a Prefeitura e a Concessionária;
6) Solicitar junto à Concessionária EDP Bandeirante, todo o laudo dos relógios considerados "estragados", bem como o laudo dos relógios considerados "perfeitos" pelo INMETRO;
7) Cópia da Lei Municipal que instituiu a Contribuição de Iluminação Pública no Município de Aparecida;
8) Cópia do Convênio entre a Prefeitura e a Concessionária distribuidora de energia elétrica para fins de cobrança, arrecadação e transferências mensais dos recursos que são repassados pela Concessionária à Prefeitura oriunda da arrecadação;
9) Qual o valor arrecadado com a mesma até a presente data?
10) Indicação de onde estão sendo aplicados os recursos oriundos da CIP- Contribuição de Iluminação Pública;
11) A Prefeitura continua responsável pela troca das lâmpadas ou existe uma empresa responsável?
12) Indicação se o patamar de consumo da população está condizente com o valor da CIP que é destacada nas contas de energia;
13) Qual o valor repassado pela Concessionária à Prefeitura no último mês em que ocorreu a efetiva transferência e contabilização;
14) Informações detalhadas e cópia do contrato administrativo e aditivo celebrado com a Bandeirante Energia S.A. ou com outra que tenha sagrada vencedora do processo licitatório para fins de manutenção da rede de energia elétrica, substituição de lâmpadas queimadas na rede pública, conserto e atendimentos de emergência, etc.

Com essas informações os vereadores acreditam que irão obter alguma solução para as questões de iluminação publica e sobre a troca dos medidores de energia.